quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A HISTÓRIA DA ARTE DO CINEMA




A história do Cinema






          

          A primeira seção de cinema da História aconteceu em 1895, num café parisiense. O evento foi possível graças a uma máquina capaz de produzir imagens em movimento, o cinematógrafo, inventada pelos irmãos Louis e Auguste Lumière. Em pouco tempo, o cinema popularizou-se.

          O Cinema foi inventado no final do século XIX, na França, quando os irmãos Lumière aperfeiçoaram a técnica de projetar várias fotografias, chamadas fotogramas, que representavam imagens de momentos sucessivos de um personagem ou objeto. Assim, criava-se ilusão do movimento. Apartir de então, começoua indústria  do cinema. Teve muito êxito, porque as pessoas gostam de ver histórias com imagens em movimento.

         Os Estados Unidos tornaram-se o centro mundial do cinema. Entre os anos 20 e 40, os estúdios norte-americanos produziam 95% dos filmes exibidos.

         No início, o cinema era em preto e branco e não tinha som, era “mudo”. Para saber o que diziam os personagens, era preciso ler cartazes que ser alternavam com as imagens. Mais tarde, inventou-se a maneira de acrescentar o som. Hoje em dia, o cinema é em cores e com som.

         O cinema progrediu com avanços técnicos constantes. Na década de 50, a televisão abalou a indútria cinematográfica, que hoje parece renascer. Outros países importantes na história do cinema são a Russia, a França e o Japão.







A linguagem do Cinema



         O cinema é uma arte que possui suas próprias formas de expressão. Uma delas é a utilização de vários tipos de planos. Esses planos têm os mesmos nomes que na fotografia: plano geral, plano médio, primeiro plano, etc. O diretor tem um roteiro técnico, que é um texto no qualaparecem não só as falas dos atores, mas também como eles serão filmados em cada momento, ou seja, com que tipo de plano.

         Para fazer filmes, utilizam-se recursos especiais. O mais importante deles é a montagem, que é a ordenação das diferentes tomadas (A tomada é a duração de uma cena, desde que a câmera começa a filmar até o corte da filmagem.) que foram feitas separadamente, em diferentes momentos e em diferentes lugares. Com várias tomadas, uma atrás da outra, vai se organizando o filme. Por exemplo, num filme em que há duas pessoas passeando por um jardim, pode-se ter uma tomada de um plano geral onde aparece ojardim e se vêem, ao longe, ao longe, as duas pessoas. A seguir, pode-se montar um plano médio onde se vêem as duas pessoas.  Depois pode-se montar um plano médio onde se veem as duas pessoas até a cintura, olhando uma para outra. E depois pode entrar uma tomada, com o primeiro plano, onde se vê o rosto da pessoa que está falando.

                                                               Plano Geral    

                  
   
                                                          Plano de conjunto     

   
                                                            Plano médio  

           
                                                            Primeiro plano

                                                     Plano Detalhe   

           
                                               Plano Picado    

        
                                        Plano contra picado     

  
                                              Plano Normal



              No cinema é possível conseguir efeitos que não podem ser conseguidos na fotografia, como os que resultam dos movimentos da câmera. A câmera se move para cima, para baixo ou para os lados, com o olhar de uma pessoa. Existe um efeito chamado travelling , que consiste em fazer com que a câmera se desloque enquanto se filma. Isso se consegue deslocando a câmera e o operador que a maneja sobre uma plataforma com rodas, que é empurrada sobre trilhos. Também se faz movendo a cãmera com a ajuda de guidastes. O resultado pode ser a imagem de pessoas ou de um edifício que se distanciam ou se aproximam em relação ao espectador.






Video Clipe

          O vídeoclipe é uma produção audivisual que tem imagens especiais para acompanhar músicas. Os vídeoclipes são transmitidos com muita frequencia pela televisão, em programas de difusão musical. Tem uma duração breve e devem comunicar muitas coisas em pouco tempo. Como conseguem? Com mudanças muito rápidas de imagens, que com frequencia seguem o rítmo da música.

         As imagens de alguns vídeoclipes narram as mesmas histórias das letras das músicas. Nesse caso, é comum aparecerem poucas cenas. Com frequencia, os músicos e os cantores também aparecem nos vídoclipes.





Os ofícios do cinema



          Quando assistimos a um filme, só vemos o trabalho dos atores e das atrizes. Mas, para a sua realização é necessário o trabalho de muitas pessoas:

·        O roteirista escreve o texto da história e os diálogos dos personagens.

·        O diretor coordena o trabalho de todas as pessoas envolvidas na realização do filme. É o responsável pelo resultado final.

·        O diretor de fotografia é um especialista que decide que tipo de iluminação tem de usado, que tipo de lente, de filme, etc.

·        Os compositores e os músicos são os responsáveis pela trilha sonora do filme. Não tocam emquanto se filma, mas gravam suas músicas e depois o diretor decide onde colocá-las.

·        O técnico em efeitos especiais é a pessoa que se encarrega de realizar os efeitos sonoros e visuais que são acrescentados às cenas filmadas: muitos efeitos especiais são feitos por computador.

·        O técnico de som se encarrega de gravar o som direto do que acontece na filmagem: o que dizem os personagens, o ruído das risadas, etc.

·        O operador de câmera maneja a câmera que filma aa imagens.

·        Os montadores ou editores são os encarregados de ordenar e juntar as cenas que o diretor escolheu e que foram filmadas saparadamente. Também ordena e sincrinizam a trilha  sonora.

·        O produtor é o encarregado de conseguir o dinheiro e organizar tudo o que é necessário para poder fazer um filme.







Cinema mudo



          Os primeiros filmes eram mudos:legendas projetadas na tela explicavam o que acontecia. Na sala de exibição, um pianista acompanhava a ação com a música adequada para cada cena: rápida, quando se tratava de uma perseguição; suave, quando o par romântico aparecia.

          Desde o início, inventores e produtores tentaram casar a imagem com um som sincronizado. Mas nenhuma técnica deu certo até a década de 20. O primeiro filme sonoro surgiu em 1927, conquistando a imediata aceitação do público. Assim sendo, durante 30 anos os filmes eram praticamente silenciosos sendo acompanhados muitas vezes de música ao vivo, outras vezes de efeitos especiais e narração e diálogos escritos presentes entre cenas.





NE Ainvenção do cinema, não cabe a uma única pessoa ou a um povo específico, foi resultado de trabalhos e curiosidade de muita gente em diferentes países.

Nenhum comentário:

Postar um comentário